* Caso não queira ouvir a música, desligar no botão ao lado *

 

Revista VITRAIS - Ano 13 - n° 54 - dezembro 2004
Revista d
a SBRT - Sociedade Brasileira Ramain-Thiers

 




EDITORIAL
Elaine Thiers
Diretora Cultural da S.B.R.T.


Enfim estamos de volta, após um período de intervalo, que se fez necessário, pois estávamos muito envolvidos com a organização do II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers, Sociopsicomotricidade – Dialogando as Transformações Sociais: O Renascer da Esperança.

Como deve ser do conhecimento de todos, faz parte de nossa tradição, nós mesmos “colocarmos a mão na massa” e construirmos nossos Congressos, sem contratarmos nenhuma firma especializada na organização de eventos científicos.

Isto demandou muito de nosso tempo, foram infindáveis reuniões para conseguirmos organizar o II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers. Ficamos afastados um tempo, é verdade, mas temos a grata sensação de “dever cumprido”.

O  Congresso  aconteceu...  foi  um sucesso  absoluto.  Para  você que esteve  presente; neste exemplar trazemos uma pequena recordação, a você que não pode participar do Congresso, esperamos com este exemplar conseguir transmitir como o mesmo aconteceu. Neste número temos fotos, visando passar com a maior fidedignidade o clima de nosso Congresso. Optamos por transcrever relatos individuais dos participantes do Conselho da SBRT - Sociedade Brasileira Ramain-Thiers.

É final de 2003, desejamos a você, nosso amigo, nosso sócio, um Natal de muita paz e harmonia com seus entes queridos e um Ano Novo repleto de esperanças neste alvorecer que se vislumbra.

Agradecemos poder continuar contando sempre com você.

Feliz 2004! Um brinde à vida!




A SOCIOPSICOMOTRICIDADE: SUA DIMENSÃO “ADMINISTRATIVA”
Ângela Duarte
Diretora Cultural da S.B.R.T.


No desejo de avançar em nossas conquistas sociais, objetivo maior da Metodologia Ramain-Thiers, o Conselho da SBRT aceitou o desafio de realizar fora de sua sede o II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers.

A desorientação e medo, inerentes a qualquer mudança, se transformaram em organização e confiança na medida que avançamos em nosso planejamento. Nosso compromisso com “trabalho de grupo” foi vivenciado com as mesmas dificuldades iniciais de qualquer proposta sentida em outros momentos, superando com segurança e  ajuda da tecnologia possível e disponível, a fantasiosa descoordenação “espaço-temporal-geográfica”.

A tridimensionalidade de uma Comissão ”cariocapixaba” foi uma experiência significativa no seu contexto organizacional e institucional, nas diferentes etapas de debates, propostas, críticas e construção.

Um verdadeiro conjunto “Socius” foi se delineando ,sem muita clareza, nos diálogos e transformações de planejamento e organização, passando da  agitação e preocupação para a calmaria e serenidade quando as primeiras apresentações, específicas ou não, foram se configurando nas diferentes salas percorridas.

Habitar no espaço do outro é possível quando as coordenadas sociopsicomotoras se fazem representar afetivamente.

A transformação do cenário imaginário em real nos permitiu compreender que apesar das dificuldades, acertos e erros, trocas de cores e papeis, recortes e colagens, sempre trabalhamos em busca do prazer de compartilhar nossas possibilidades.



 

ACONTECEU EM VILA VELHA...
Elaine Thiers
Diretora Cultural da S.B.R.T.

O II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers aconteceu em setembro próximo passado, foi um evento de marco significativo para nós, profissionais Ramain-Thiers.

 

Pela primeira vez realizamos o evento fora do Rio de Janeiro, o local escolhido pelo Conselho para sediar o II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers foi Vila Velha, Espírito Santo.

 

Foi tudo muito belo e fluiu numa harmonia inenarrável...

 

Farei aqui uma singela narrativa da minha percepção do Congresso, a começar pela localização do hotel.

 

O Hotel Hostess é um hotel de luxo, localizado na Praia da Costa; foi muito integrador termos o lindo mar desta tão bela praia como pano de fundo deste harmonioso evento.

 

A coordenadora de Vitória, Lúcia Pereira Baptista foi de fundamental importância para que pudéssemos realizar este sonho de fazermos o Congresso fora de nossa sede no Rio de Janeiro. Nossas esperanças ficaram renovadas ao ver e constatar o crescimento do trabalho Ramain-Thiers, o desenvolvimento nas diferentes cidades, podendo assim refletir na grande dimensão científica que estamos alcançando no Brasil.

 

A presença de outros profissionais, que puderam compartilhar conosco deste momento trouxe-nos gratificação profissional e afetiva. A contribuição de cada um que falou foi de suma importância para a melodia do Congresso ser tão integrada. Não podemos deixar de registrar o carinho incansável da equipe de profissionais locais de Vitória que fizeram parte da comissão de apoio, desde o planejamento de sua participação no evento, com uma vestimenta especial para a ocasião, até o cuidado para que tudo fluísse o mais perfeitamente possível, dando um toque especial e inovador ao evento.

 

Que alegria constatar que tantos profissionais de diferentes estados do Brasil se deslocaram para Vila Velha, para vivermos este momento único de trocas científicas e afetivas.

 

Tivemos a honra de contar também com diferentes instituições de apoio, cada qual deu o melhor de si, contribuindo para o sucesso de nosso II Congresso.

 

A Escola de Música esteve presente em vários momentos: na abertura, na nossa noite de confraternização, momento social muito integrador de todos os participantes, palestrantes e no fechamento.

 

O Congresso terminou, mas tenho a certeza que a “chama da esperança” está acesa no coração de todos aqueles que puderam estar conosco em Vila Velha.

 



 

RESSIGNIFICANDO A ESPERANÇA
Eliana Júlia
Vice-Presidente da S.B.R.T.

O tempo de Natal nos remete a diferentes significados e dentre muitos, ao de renascer. Nunca foi tão importante, quanto nos dias atuais, buscar novos paradigmas que possam ressignificar o sentido de ter esperança. Esperança na vida, no trabalho, nas idéias e ideais, nas instituições, nos valores éticos.


O II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers, cujo tema foi "Dialogando as Transformações Sociais: O Renascer da esperança", muito nos falou deste espírito de renascer e transformar. Foram três dias onde juntos compartilhamos de diferentes sonhos, possibilidades e realizações.


A SBRT, juntamente com a comissão organizadora nos apontou para o sentido de organização e acolhimento. Os trabalhos apresentados dimensionaram o alto nível dos profissionais, contextualizando o prático e o teórico.


A congregação dos diferentes estados, através de seus representantes, fez sentir a força da metodologia Ramain-Thiers em todo nosso país. O profissionalismo, a integração e o desejo de realizar, tônicas maiores do encontro, demonstraram que é possível transformar, compartilhando diferentes saberes, na esperança de um viver melhor !
 


 


COMPARTILHAR DOS SABERES

Leila Maggio

1ª Secretária da S.B.R.T.


O II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers desempenhou para nós um papel significativo sob o ponto de vista ético-filosófico tendo enriquecido a todos através dos diversos temas explanados, os quais não só envolveram a práxis de cada um mas também a necessidade de sermos agentes de construção social.


Nossa sociedade está num processo de descuido dos sonhos de generosidade e solidariedade, estando fixada no individualismo. Através de um evento tão importante como esse, podemos utilizar  o  diálogo como uma ferramenta fundamental para  despertar nossas esperanças de transformações sociais.


Durante todo o Congresso, nas palestras, painéis e mesas-redondas, compartilhamos os diversos saberes. Este compartilhar nos traz a possibilidade de crescimento pessoal, com possibilidades de mudanças, para transformar nossa sociedade.


Ao final do Congresso pudemos fazer uma reflexão. “Ele acaba, mas todo o seu conteúdo continua vivo em todos nós”. Lembrei-me então de um poema.

            “Tudo acaba, mas o que escrevo continua,
            O que é bom, muito bom;
            O melhor ainda não foi escrito;
            O melhor está nas entrelinhas”

 
            Clarice Lispector

 


 


O RENASCER DA ESPERANÇA
Solange Thiers
Presidente da S.B.R.T.

Ainda com a alma inebriada, a mente pode lembrar-se do II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers!


Afirma-se que o momento se desfaz em si mesmo e que o fenômeno se esgota; sem deixar marcas. Engano! Particularmente trago em mim a memória corporal das vibrações dos acordes de violinos que encerraram o Congresso. Lembranças também que evocam alegria, troca afetiva, como as vozes dos jovens cantando na nossa Confraternização. Compôs-se uma sinfonia melódica que atravessou os poros do “eu pele!”


A memória auditiva evoca as comunicações científicas Ramain-Thiers apresentadas com muita seriedade e maturidade por nossos terapeutas de todo o Brasil. E o quanto foi bom que outros profissionais, de outras áreas, aceitassem o nosso convite, enriquecendo o Congresso com sua palavra, sua mensagem, encaixando-se com precisão no perfil do Congresso.


Ramain-Thiers é composto por um “grupo” que acredita no que faz e só faz por que acredita, por que sentiu em si, os benefícios desta corrente de trabalho e a divulga com Amor.


Olhando as fotos... rebobinamos o tempo... surge a saudade do quanto o Belo permeou os espaços. O acolhimento da equipe de apoio do Espírito Santo, o esforço incansável de Lúcia Pereira Baptista, a Coordenadora do Estado que com maestria, regeu a grande orquestra da infra-estrutura e inundou os nossos corações com a musicalidade. E as instituições que nos apoiaram? Ajudaram a Comissão Organizadora a construir um cenário próprio para que todos, palestrantes e participantes sentissem a energia sadia, enriquecedora, atravessando os ambientes de forma afetiva. Esta foi a tônica ímpar de um evento científico diferenciado: a amizade, a afetividade, a confiança mútua. É significativo não esquecer o quanto o evento renovou esperanças, retro-alimentou a todos, de tal forma que os desdobramentos apareceram “pipocando”. Concordo quando se diz, que pelo calor do fogo, transforma-se milho em pipoca. O calor que atravessou o Congresso era a mistura de saberes e afeto. Surgem grandes transformações: um novo ânimo criou-se nas cidades, assim como maior coesão grupal. Neste sentido, Recife, saiu na dianteira organizando uma jornada local, expondo trabalhos para divulgar Ramain-Thiers.


O ânimo de Governador Valadares definiu-se por criar um espaço próprio para sediar os Cursos e divulgar o trabalho. Novas esperanças, novas idéias alimentam também outras cidades.


Na verdade todas pensam como dar continuidade ao vivido.


O renascer da esperança fortaleceu-se pela solidariedade e mostra a grande transformação da idéia de ajuda social. Cada cidade, cada Coordenadora, pela credibilidade em Ramain-Thiers busca novas formas de abrir cursos para participar na ajuda social formando profissionais para atender a comunidade local. As comunidades locais beneficiadas representam um bem particular, quando grande parte da sociedade brasileira se beneficia, porque a esperança fez nascer novas possibilidades, isto é na verdade um Bem Maior, uma postura ética-pública, uma virtude.


E a solidariedade define-se como virtude pública. A solidariedade não está só na voz do povo, nem só em campanhas, publicitárias, ela está principalmente na ação de pessoas lúcidas, terapeutas responsáveis que reconhecem a sua importância participativa na “atualidade”.


É preciso dar-se as mãos, nesta grande ciranda brasileira, fazendo girar os ideais de esperança retro-alimentados no II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers.

 




“UM EVENTO ESPECIAL”
Cristina Tasso
2ª Secretária da S.B.R.T.

Sob o tema “Dialogando as Transformações Sociais: o Renascer da Esperança”, a agradável cidade de Vila Velha - ES, sediou nosso II Congresso Brasileiro Ramain-Thiers, acolhendo os Sociopsicomotricistas de todo o Brasil.


Conferências, Mesas Redondas, Painéis, Vivências, Mesas de Caso Clínico e os Temas Livres formaram a agenda deste Evento, cujo propósito foi divulgar, compartilhar, dialogar...


Da idealização deste Congresso até sua articulação percorremos um longo caminho. E foi, com alegria, que vimos a semente germinar e o nosso Congresso tornar-se uma realidade e um sucesso! E cada Sociopsicomotricista fez parte desse momento, a presença de todos foi importantíssima.


A cada Congresso fortalecendo a ponte entre a pesquisa e a prática profissional da Sociopsicomotricidade Ramain-Thiers, mantendo o canal aberto para que a Sociopsicomotricidade continue a crescer, se fortalecer e, por conseqüência, abrir novas oportunidades para quem dela faz sua rotina profissional.

 




AGRADECIMENTO

Hanka Moczijdlower

2ª Tesoureira da S.B.R.T.

Hoje quando relembro o 2º congresso só posso me alegrar com os resultados obtidos. Depois de dois anos de trabalho constante de uma equipe bastante numerosa e atuante me sinto feliz por tudo que foi realizado e conquistado.


É com orgulho que vejo a importância do engajamento de pessoas que apenas com o intuito de colaborar fizeram com que o de início sonho de se fazer um congresso fora da cidade sede – Rio de Janeiro, se transformasse em realidade. Todos que participaram o fizeram de coração aberto e tenho a certeza que deram tudo de si para que este transcorresse num ambiente afetuoso. Tivemos a oportunidade de estar em contato com o conhecimento científico de inúmeros palestrantes que nos brindaram com o seu saber em palestras, mesas redondas, vivências e contribuições que nos enriqueceram com suas idéias.


Tenho a agradecer a equipe de Vitória através de sua coordenação e equipe de apoio o empenho para a realização do congresso. A estrutura montada e os apoios recebidos foram indispensáveis para que pudéssemos realizar este evento. Tanto a parte científica como a social foi imensamente apreciada por todos. O ambiente descontraído e afetivo foi característica marcante. Pode se perceber em todos os momentos que tudo acontecia com alegria e descontração. Com que prazer tivemos a oportunidade de apreciar o coral em nossa noite de confraternização e com que emoção recebemos os participantes do conjunto que nos brindou com o recital de cordas no encerramento do evento. O encontro de diferentes “Brasis” representados pelos participantes das mais variadas regiões deste nosso Brasil só nos faz acreditar que o sonho de se construir um mundo melhor com o empenho de todos é possível.
Acredito que nos parabenizar pelo que conseguimos realizar é gratificante e espero poder contar com todos em nossas futuras realizações.


Obrigada a todos que fizeram deste sonho uma realidade.

 




REFLEXÃO


VIDA

Madre Teresa de Calcutá


A Vida é uma oportunidade: Aproveite-a
A Vida é beleza: Admire-a
A Vida é um Dom: Aprecie-o
A Vida é um sonho: Realize-o
A Vida é um desafio: Aceite-o
A Vida é um dever: Assuma-o
A Vida é um jogo: Jogue-o
A Vida é cara: Preserve-a
A Vida é um tesouro: Conserve-o
A Vida é amor: Saboreie-o
A Vida é mistério: Aprofunde-o
A Vida é uma promessa: Cumpra-a
A Vida é tristeza: Ultrapasse-a
A Vida é uma canção: Cante-a
A Vida é uma luta: Trave-a
A Vida é um perigo: Enfrente-a
A Vida é uma aventura: Ouse-a
A Vida é sorte: Mereça-a
A Vida é preciosa: Não a destrua
A Vida é Vida: Lute por ela!

 


FOTOS DO CONGRESSO

Veja as fotos clicando aqui
 



Veja os artigos científicos anteriores

Início da página

Número de Visitas